Você tem tempo para realizar seus sonhos?
janeiro 17, 2017
O que você tem feito para estar acima da média?
fevereiro 7, 2017
Exibir tudo

Será que eu escolhi a babá certa?

 

Dizer que os dias das mamães são corridos é quase o mesmo que dizer que o céu é azul! A falta de tempo é um desafio para muitos, mas para mulheres que escolheram a maternidade, as 24h do dia parecem durar a metade e quando resta algum tempo de sobra o cansaço muitas vezes fala mais alto.

Uma saída para a vida moderna das mamães, é ter uma babá para ajudar na rotina da casa e fazer com que esse tão sonhado tempo, ao invés de diminuir, se multiplique. Mas como saber se você fez a escolha certa?

Aqui vão algumas dicas que podem ajudar na hora de contratar e também de como acompanhar o trabalho desta pessoa que passará boa parte do tempo com o seu bem mais precioso.

Assim como nas empresas, tudo começa com um processo seletivo e para contratar uma pessoa para cuidar de seu filho não é diferente. Solicitar o famoso currículo para a pessoa que deseja se candidatar a vaga de babá é o primeiro passo. Talvez não seja possível receber um currículo lates, mas é importante que este documento tenha as habilidades dela e referencias pessoais dos últimos locais de trabalho.

Aqui é importante também saber quais são os valores, hábitos, padrões que essa pessoa tem, para ver se estão alinhados com os da sua família. Por exemplo: uma pessoa que tenha o vício do cigarro, pode não ser a melhor escolha. E se mesmo assim você optar por contratá-la será necessário firmar acordos quanto a isso!

Você pode ter acesso a esse tipo de informação através de uma entrevista, que pode ser na sua casa ou mesmo em um local neutro. Neste primeiro contato a sugestão é não ter as crianças por perto, para que vocês possam conversar mais tranquilamente, sem muitas interrupções. Como esta pessoa fará parte da rotina de sua família, deixe claro que todas as perguntas que você está fazendo é com o objetivo de conhece-la melhor e, se possível, tenha tudo anotado para não esquecer de perguntar algo que seja importante para você!

Uma vez contratada, vem o primeiro passo que é treinar essa nova funcionária. Essa é uma etapa fundamental e que muitas vezes passa batida. Se sua babá passará boa parte do tempo com seu filho, ela precisará ser treinada nas regras que você estabelecer. Horários de comer, dormir, brincadeiras permitidas e até alimentos que podem ser oferecidos à criança. Tudo deve ser ensinado a essa nova integrante. Por que sim, ela fará parte da rotina familiar e precisa estar apta para tal!

Delegar! Aqui é onde muitas mães se sentem inseguras pois desejam que a babá assuma funções, mas ao mesmo tempo não permitem que isso aconteça. Não sinta medo em delegar! Para que isso ocorra de forma natural, tenha por escrito as atividades que deseja que sua babá realize, isso trará segurança para você e para ela também, além de deixar claro quais são os limites dela com seu filho.

Supervisionar! Para saber se tudo está acontecendo conforme combinado é preciso estar, de certa forma, presente. Outra dica então, é que você chegue em casa em horários diferentes ou mesmo peça a alguém de sua confiança que vá até sus casa para saber como as coisas estão andando. Parece uma atitude desconfiada? Na verdade, essa atitude é para que você possa estabelecer um laço de confiança com essa nova pessoa e ao mesmo tempo você pode se surpreender com o trabalho dela! Supervisionar dará a chance a você de corrigir algo que não esteja adequado e ao mesmo tempo valorizar o trabalho dela se tudo estiver de acordo. Reconhecer um trabalho bem feito fortalece a relação, por isso, lembre-se de elogiar o trabalho de sua babá!

E como última dica, observe seu filho, preste atenção no comportamento dele, nas coisas que ele diz e em como ele se relaciona com a babá! Ele será a melhor fonte de informação que você pode ter e tenha certeza que se ele estiver bem e feliz, você também estará!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *